terça-feira, 17 de abril de 2012

Um sonho não tão distante


"Não existe cintura fina e barriga reta mais bonita do que as curvas que você me dá.
Não existem elogios vazios, vindos de desconhecidos na rua, que valha mais do que o amor que me aquece a cada pequeno movimento seu dentro de mim.
Não existem roupas da moda, maquiagem e acessórios que me deixem mais atraente do que a beleza que sua presença me dá.
Porque sua existência ilumina a minha alma, dá vida a minha vida…
Não existem noites badaladas mais satisfatórias, do que passar horas a fio no silêncio e no calor da minha cama imaginando seu sorriso.
Não há espelho que reflita minha imagem tão perfeitamente como a imagem disforme do ultrassom me mostrando você.
Não existe feiura quando você é o fruto do meu ventre.
Não há tristeza quando você me consola. Não há maldade enquanto você cresce tão inocente."

Autor desconhecido

Júlia, você não imagina o quanto mamãe e papai estão ansiosos pela sua chegada. A cada dez palavras que falamos, nove e meia são sobre você.

Passamos horas imaginando como será seu rostinho, como será seu jeitinho, se você se adaptará a nós ou se vamos nos adaptar a você.

Você é um sonho distante que ao mesmo tempo está tão perto... Estou tranquila em relação a sua chegada, mas ao mesmo tempo entro em pânico ao saber que serei 100% responsável por um ser tão frágil, tão pequeno. Prometo que darei o melhor de mim, não só agora, mas pelo resto da vida.

Sei que vou errar como mãe e não será pouco, mas sei também que você será a grande pequena pessoa que não só me ensinará a ser mãe, mas também ensinará a ver o mundo com outros olhos, assim como você já tem me ensinado nos últimos 8 meses.

Agora só nos resta esperar... Esperar para ter você em nossos braços, transformar o 2 em 3, dar início a uma nova era, uma nova família.

Nós te amamos muito, pequenina. Muito mais do que qualquer pessoa possa imaginar ou sentir.

Faltam 1 mês, 1 semana e 3 dias (ou menos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário