sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

O melhor presente de aniversário

Quando eu era criança, ficava muito ansiosa com meu aniversário, sempre esperando por muitos presentes. Normal de qualquer criança. Aí os anos passam, e o aniversário começa a ser mais uma data como outra qualquer, tornando-se até insignificante, pelo menos para mim. Não ligo muito para aniversários, presentes, festas, etc. Porém este ano teve algo diferente...

A única coisa que gosto em meu aniversário é a data, nasci em 25 de janeiro, dia do aniversário de minha cidade natal, São Paulo, ou seja, feriado! O que me deixou mais ansiosa para esta data foi que meu ultrassom morfológico estava marcado para o dia 26 e eu poderia, finalmente, descobrir o sexo de meu bebê.

Parece que o dia não passou, foi legal porque tive uma mini festa, mas queria que a noite chegasse logo para que eu pudesse ver logo meu bebezinho. Passei a noite numa ansiedade terrível, só consegui pegar no sono quando estava perto da hora de acordar.

Acordei 5h30 da manhã, num mau humor terrível porque dormi pouco. Eu parecia uma bomba que poderia explodir a qualquer momento de tanta irritação. Coitado do papai que tentava me acalmar e só levou bronca (por isso que te amo muito, Guto!).

Chegamos ao laboratório às 7h15, estava um pouco mais calma, papai me encheu de chocolate. Ficamos um tempinho na espera, para mim parecia uma eternidade, mas enfim, a auxiliar do médico nos chamou pouco antes das 8h. Entrei na sala com um pouquinho de frio na barriga e o papai também com aquela cara de ansioso, mas tentando transparecer tranquilidade para me acalmar.

Nosso bebezinho, com 14 semanas
Entra o médico, começamos o exame. Levei um susto quando vi o tamanho do meu bebê, no último ultrassom, com 14 semanas, ele era tão miudinho que dava pra ver o corpinho todo na tela e ainda sobrava espaço. Neste ultrassom, mal coube seu corpinho todo na tela rsrs.

Além de ver seus bracinhos mexendo, como no primeiro ultrassom, vimos sua boquinha fazendo biquinho, quase chorei de emoção. Assim começamos a viagem ao útero da mamãe...

A diferença entre o ultrassom morfológico e o normal é que o primeiro é muito mais detalhado, podendo, assim, ver todos os órgãos do bebê. Vimos seu rostinho, logo depois o cérebro. O coração batendo, que coisa mais linda, e mais um monte de órgãos que só o médico viu e eu fiz cara de quem entendeu.

Enfim, chegamos ao ponto que interessa, as partes baixas. Eu já estava impaciente porque o médico não chegava logo nas pernas, queria muito dar uma espiadinha. Depois de muito suspense, o médico pergunta: "Vocês querem saber o sexo?", eu, com aquela cara de "óbvio!", disse: "Claro!". Mais umas mexidinhas no aparelho e... "É UMA MENINA!".

Depois de 22 semanas, Júlia resolveu se revelar, para o alívio da mamãe e começo de preocupação do papai (que já disse que fará um cinto de castidade para sua princesinha rsrs).

Para finalizar a viagem ao útero da mamãe, vimos seus pezinhos se mexendo, tão pequeninos e fofos, e ouvimos seu coraçãozinho pela primeira vez.

Nunca me senti tão feliz em toda a minha vida, nem quando passei na USP fiquei assim. Foi o melhor presente de aniversário que já ganhei, e que presentão pois essa mocinha tem 26,5cm e 522g, não puxou o tamanho da mamãe! (:

É com enorme prazer que mamãe Bia e papai Guto anunciam a vinda de sua princesinha Júlia Nunes Gondim.

Nosso bebezão, com 22 semanas

Um comentário:

  1. parabens biiaaa tudo de bom felicidade para voces 3.

    ASS : Gabriel Brito

    ResponderExcluir